Você é a única exceção

(Imagem: not-exist)

(Leia ouvindo "The Only Exception" do Paramore)


E quando o amor não foi o meu ponto forte, fiz da própria dor o meu suporte e me blindei de tudo de ruim que me poderia acontecer. Vivi evitando e evitei para viver, me colocando à uma distância confortável de tudo aquilo que provavelmente mexeria com o meu coração.

Todos a minha volta se tornaram meros personagens de um filme que, metaforicamente falando, havia deixado no mudo. Jurei para mim mesmo que não amaria mais ninguém e segui como alguém sem expectativas, mas o que eu não sabia é que no meio de tantos acontecimentos que regraram o meu coração, você seria a única exceção.

Fostes o motivo daquele único sorriso que me escapuliu quando eu mesmo havia me proibido de demonstrar qualquer emoção; que levantou aquela pontinha de preocupação mesmo quando "não me importar" era a minha principal decisão; e que em meio a tanta decepção foi capaz de trazer novamente vida ao meu coração.

Fostes a minha pior fraqueza e ao mesmo tempo a minha melhor defesa, pois é com você que me defendo da minha auto-destruição. E hoje, analisando tudo o que já vivi, digo que as vezes o amor nos destrói para lá na frente poder nos reconstruir.

Nenhum comentário :

Postar um comentário