Um dia tudo isso vai fazer sentido

Têm dias que a gente acorda sem entender absolutamente nada do que está acontecendo. Não entendemos o porquê de recebermos tão pouco daqueles à quem mais nos entregamos ou o porquê das pessoas criticarem tanto os sonhos que buscamos.  Não entendemos o porquê de tudo permanecer cinza mesmo diante da nossa insistência em colorir aquilo que já não tinha mais cor ou do porquê de em tempos de tantas oportunidades a única em falta ser a do amor. Vivemos fases em que nos faltam forças para conseguir viver, ou ao menos conviver, com o coração em pedaços, e mesmo assim somos capazes de sorrir até com o mundo caindo por inteiro em cima de nós. 

ISSO VAI PASSAR


Para cada história que a vida me obriga a finalizar, escrever novos começos é o que me faz acreditar na ideia de que "tudo, um dia, irá passar." Dos sorrisos em momentos perfeitos à dor que fere o peito, não existe nada que o tempo não seja capaz de levar.

PRAIA + FOTOGRAFIA POR CELULAR


Fala, meus queridos vagalumes! Nesse último feriado viajei para Ponta da Tulha (mais uma vez) e, diferente de todas as outras, resolvi não levar a minha câmera. Quem me conhece sabe que sou apaixonado por fotografia e praia, mas às vezes levar uma câmera DSLR torna a viagem um pouco cansativa, porque além de ficarmos preocupados com a segurança do equipamento em alguns locais, deixamos de curtir muita coisa porque o nosso lado "fotógrafo" (que era para ter ficado em casa) não nos deixa em paz.  

Por que é tão difícil recomeçar?


(Imagem: Pexels)

O que não sai do lugar não conquista espaço, nem tampouco o que se esconde é reconhecido. Viver requer uma dose de ousadia diária para arriscar em escolhas cujas respostas nunca saberemos sem tentar. Mas o que isso tem a ver com o título da postagem?

Eu e o medo de não ser amado

(Imagem: Giulio Aprin)

Um belo dia acordei me sentido diferente. Os medos me fizeram sentir insuficiente, como se o melhor que pudesse ser feito não me bastasse. Perdi o amor próprio, me iludi e me anulei. Coloquei os sentimentos dos outros acima dos meus e me convenci de que era necessário superar expectativas.

Você é a única exceção

(Imagem: not-exist)

(Leia ouvindo "The Only Exception" do Paramore)


E quando o amor não foi o meu ponto forte, fiz da própria dor o meu suporte e me blindei de tudo de ruim que me poderia acontecer. Vivi evitando e evitei para viver, me colocando à uma distância confortável de tudo aquilo que provavelmente mexeria com o meu coração.

Metas para 2017


E aqui estamos nós em mais um ano que se inicia, rs.  Janeiro nada mais é do que a melhor época para colocarmos em pauta as nossas metas e é por este motivo que resolvi listar aqui algumas das que considero primordiais para 2017. Então vamos lá!